Assessor Técnico Internacional print

Posted on:
12 Jan, 2021
Application by:
22 Jan, 2021
Project status:
Tender
Project title:
Projeto “Proteção e Gestão Sustentável em Terras Indígenas” (PGSTI)
Period of project:
12/04/2021 – 11/04/2024 (36 meses)
Duration of assignment:
31,5 meses (prestação de consultoria efetiva de 10,5 meses ao ano)
Country:
Brazil
Duty station:
Brasília, incluindo deslocamentos para as regiões do Projeto
Job code:
LA-BRA17KfW0341

Project description

O Projeto “Proteção e Gestão Sustentável em Terras Indígenas” (PGSTI), dentro do âmbito da Cooperação Financeira Alemã com o Brasil e financiado pelo Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW), visa contribuir para a implementação da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas (PNGATI) em dois complexos geográficos prioritários localizados no ‘arco do desmatamento’ da Amazônia Legal. O foco do Projeto está na proteção territorial e no uso sustentável de recursos naturais das Terras Indígenas incluindo a promoção de iniciativas produtivas indígenas. Assim, a contribuição do Projeto à PNGATI ser dará especialmente em duas regiões prioritárias, uma localizada no sul do Amazonas e outra no norte do Maranhão, abrangendo um total de 44 terras indígenas.
As ações do Projeto estão subdivididas em três componentes:


Componente 1: Fortalecimento das unidades descentralizadas da FUNAI e aprimoramento da base de dados;


Componente 2: Proteção e gestão sustentável das áreas selecionadas;


Componente 3: Gestão do Projeto:


No âmbito do Projeto, a contratação de uma Consultoria Técnica de Implementação (CI) está prevista, para apoiar, técnica e administrativamente, a Unidade de Coordenação do Projeto (UCP) da Fundação Nacional do Índio (FUNAI). A CI realizará tarefas de caráter técnico e administrativo necessárias para atingir os objetivos do Projeto, em estreita integração e colaboração com a FUNAI e com o Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), que recebeu o mandato da FUNAI como Coordenador Técnico e Gestor Financeiro do Projeto.


A CI deve apoiar a FUNAI na coordenação geral e técnica do Projeto. A principal função da equipe da consultoria é assessorar no planejamento, na execução e no monitoramento das atividades previstas do Projeto.


Os serviços prestados pela CI terão duração de 36 meses brutos com a opção de prorrogação contratual até 48 meses brutos.

Job description

O Assessor Técnico Internacional (ATI) será o responsável principal pela assessoria à UCP e ao IEB. Deverá coordenar e monitorar todas as atividades e fazer com que os prazos previstos no Plano Operacional Anual (POA) e Plano Anual de Aquisições e Contrações (PAAC) sejam cumpridos. Além do mais apoiará a FUNAI, junto com o Assessor Técnico Nacional (ATN), na agilização dos processos internos e na comunicação interna (entre a sede e as Unidades Decentralizadas) e com os diferentes parceiros do Projeto e atuará em todos os processos de aquisições e contratações, a fim de contribuir para a qualidade técnica dos produtos. O ATI atuará supletivamente no alcance dos meios necessários para execução do Projeto e alcance de seus resultados.
 
 
 

Qualifications

Qualifications

  1. A formação académica do Assessor Técnico Internacional* (ATI) deve ser em nível de mestrado ou equivalente, em qualquer área de conhecimento relacionado aos temas do Projeto (ciências sociais, naturais ou engenharias) **;
  2. Experiência com projetos de gestão territorial e ambiental em Terras Indígenas ou Unidades de Conservação (5 anos);
  3. Experiências com projetos da Cooperação Financeira Internacional, que devem considerar, entre outros (10 anos):
  • Experiência com rotinas gerenciais, administração e gestão de projetos;
  • Experiência com negociações contratuais;
  • Experiência com a elaboração de documentos de planejamento operacional de projetos, tais como, POG (Plano Operativo Geral), POA e PAAC;
  • Elaboração de termos de referência e especificações técnicas ;
  • Experiência com processos de licitação de acordo com as normas de doadores internacionais, da cooperação financeira alemã, em especial com o KFW;
  • Experiência com os trâmites oficiais de não-objeção e monitoramento do doador e relatoria; 
  • Experiências com projetos do KfW são um diferencial.

Outros critérios de qualificacao:

  1. Experiência profissional na área de gestão técnica e administrativa de projetos de grande porte em termos de recursos ou complexidade institucional que envolvem vários atores governamentais e não-governamentais (10 anos);
  2. Experiência de trabalho com políticas indigenistas (4 anos);
  3. Habilidades de moderação de eventos;
  4. Grande habilidade de comunicação, articulação e interação com diferentes níveis de governo e segmentos sociais;
  5. Experiência de trabalho na América Latina, preferencialmente no Brasil e na região amazônica;
  6. Outras experiências específicas relacionadas ao Projeto (p.ex. Sistemas de Informação Geográficas (SIG), Teledetecção, Tecnologia de Informação e Comunicação, etc.);
  7. Fluência em português e alemão ou inglês **.
O ATI terá sua base de trabalho na cidade de Brasília, porém incluindo deslocamentos para as regiões do Projeto quando for necessário.
* A característica” Internacional” se refere à fluidez (falado e escrito) de alemão ou inglês e às experiências com projetos da Cooperação Internacional, de preferência com a Alemanha (KfW ou GIZ)
** Critério imprescindível/ de exclusão

Somente candidatos que cumpram com os requisitos acima descritos serao contactados.


 

Contact person

  Barbara Muratori muratori@gfa-group.de

Please read carefully our CONSENT TO THE USE OF PRIVATE DATA

GFA JOBS

ALL JOBS